02/10/2017 17h09 - Atualizado em 02/10/2017 17h09

Produtores recuperam o atraso no plantio da safra de verão

O elevado déficit hídrico do solo, em todas as regiões do Paraná, retardou o plantio da safra de verão. Da soja, em aproximadamente 20 dias e do milho em 30 dias. Inclusive, em diversas regiões do Estado não ocorriam precipitações há mais de 30 dias.
O plantio do milho tinha estacionado em 12% da área prevista e o da soja em 1%.
A divulgação da possibilidade da ocorrência de chuvas generalizadas nos dois últimos dias de setembro e em primeiro de outubro mudou o animo dos produtores, que iniciaram a distribuição das sementes na terra seca, embora não recomendada. Até o dia 28, a semeadura da soja tinha avançado para 5% e a do milho para 18% das áreas previstas.
Quem fez acertou, porque as chuvas aconteceram e em volumes que restabeleceram a umidade do solo em todas as regiões do Paraná.
Agora os produtores estão trabalhando dia e noite para recuperarem o tempo perdido e deverão finalizar o plantio dos 5,45 milhões de hectares de soja e dos 343 mil hectares de milho, segundo o DERAL/SEAB, dentro das épocas recomendadas, basicamente até o final deste mês de outubro.
É importante ressaltar que o retardamento verificado nesta operação não significa prejuízo na colheita. Apenas a concentração aumenta o risco de um acidente climático durante os períodos críticos de desenvolvimento das culturas.
As chuvas também estão beneficiando o plantio das demais culturas de verão, como a mandioca e a cana-de-açúcar, a florada dos cafezais, o desenvolvimento das frutas de caroço e a recuperação das pastagens.
Os mapas climáticos continuam confirmando a passagem do clima de neutro para la niña. Isto aumenta a probabilidade de chuvas abaixo do normal também nos meses de outubro até fevereiro de 2018. E as temperaturas tendem a se manter elevadas durante este mês de outubro, ficando um pouco mais amenas nos meses seguintes.

Em 02 de outubro de 2017

Eugenio Stefanelo.

Eugênio Stefanelo COLUNISTA Eugênio Stefanelo
SAIBA MAIS SOBRE O COLUNISTA
Apresentador do programa Negócios da Terra, professor da UFPR e doutor em economia agrícola.

últimas: notícias vídeos

Facebook Twitter Youtube E-mail